Agência Reguladora de Serviços Públicos do Município de Porto Ferreira

Notícias

Bloqueio está previsto para ocorrer na quarta e quinta-feira, dias 29 e 30 de março. Interdição acontece somente na via de acesso Bairro – Centro. A Avenida Rudolf Streit, principal via de acesso do centro de Porto Ferreira à região da Vila Sybila, terá o tráfego de veículos parcialmente interditado nesta semana para receber uma nova etapa das obras de esgoto que ocorrem no município. A interdição está programada para acontecer na quarta e quinta-feira, dias 29 e 30 de março, das 8h às 18h, somente na via de sentido Bairro – Centro. O sentido oposto do tráfego (Centro – Bairro) permanecerá liberado. As obras na Avenida serão executadas pela Odebrecht Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto de Porto Ferreira. No local, redes de esgoto serão implantadas e interligadas a sistemas já existentes, como o interceptor Santa Rosa e uma Linha de Recalque que irá transportar e direcionar o esgoto para a Estação de Tratamento (ETE) Fazendinha. O diretor de operações da concessionária, Gustavo José Ferreira van Deursen, explica que o trabalho desta semana é mais uma etapa das obras de expansão dos serviços de esgotamento sanitário que ocorrem, de forma continua, desde o segundo semestre do ano passado. “Embora pouco visíveis e perceptíveis para grande parte da população, por serem realizadas em áreas com pouco impacto urbano, as obras do sistema de esgoto estão entre os principais avanços da atualidade de Porto Ferreira. Quando a concessionária assumiu os trabalhos no município, praticamente não havia na cidade ligações de esgoto interligadas a uma estação de tratamento. Hoje, 14% das ligações de esgoto do município já contam com este benefício e a concessionária tem trabalhado e investido na ampliação dos serviços”, afirma van Deursen. O engenheiro responsável pelas obras, Alem Felipe da Silva, informa ainda que além dos trabalhos relacionados ao sistema de esgoto, a Odebrecht Ambiental irá aproveitar a interdição do trânsito na via para também já executar a conclusão dos serviços de uma adutora de água bruta existente no local. A interdição da Avenida Rudolf Streit foi amplamente debatida e planejada pela concessionária em parceria com a Secção de Trânsito, Guarda Civil Municipal e Agência Reguladora de Serviços Públicos do Município. Com a interdição da via, os motoristas que seguem dos bairros da região leste para o centro da cidade terão o trajeto desviado para a Rua Francisco Prado. A Odebrecht Ambiental ressalta que placas de sinalização serão instaladas em todo o trajeto do desvio, mas solicita aos motoristas que redobrem a atenção no trecho durante os dias de alterações no trânsito. A sinalização também indicará uma rota alternativa de acesso à Rodovia Anhanguera para os caminhões, evitando, assim, o tráfego de veículos pesados pelas ruas do Centro. Para outras informações, a Odebrecht Ambiental atende gratuitamente pelo 0800 771 0001 e 0800 771 0003 para atendimento ao deficiente auditivo. Informações também podem ser obtidas pela página da concessionária na internet: www.odebrechtambiental.com/porto-ferreira
Clique para ampliar
Mapa do desvio na Avenida Rudolf Streit para as obras de esgoto da Odebrecht Ambiental.

COMUNICADO

Publicado em: 02/02/2017
Rompimento de adutora pode provocar oscilações no abastecimento de água na noite desta quarta-feira (01) A Odebrecht Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto de Porto Ferreira, informa que trabalha para solucionar o problema de um vazamento que ocorre em adutora de água, localizada no Jardim Salgueiro. O reparo da adutora está programado para ocorrer a partir das 22h desta quarta-feira (01) com previsão de ser concluído até às duas horas da manhã de quinta-feira (02). O trabalho noturno será executado para evitar a interrupção do fornecimento de água durante o dia, quando há um maior consumo por parte da população. Durante a realização do reparo emergencial, o abastecimento de água poderá sofrer oscilações, principalmente em relação a pressão da água, nos seguintes bairros: Jardim Porto Novo, Condomínio Vila das Flores, Estâncias dos Granjeiros, Vila Sibila, Jardim Aníbal, Jardim Residencial dos Jatobás, Jardim Sérgio Dorneles, Vila São Pedro, Jardim Bandeirantes, Jardim Independência, Jardim Jandira, Vila Rosário, Jardim Vitória, Residencial Modelo, Jardim Jandira, Jardim dos Ipês, Jardim Porto Seguro, Parque residencial Santa Luzia. Todos os esforços estão sendo feitos para que o abastecimento de água seja restabelecido com a maior brevidade nesta região da cidade. A Odebrecht Ambiental reforça o pedido aos moradores destes bairros para que utilizem a água de maneira racional e consciente, de modo especial, durante todo o período de manutenção e execução dos serviços. Em caso de dúvida, a empresa atende gratuitamente pelo telefone 0800 771 0001 e 0800 771 0003 para deficientes auditivos. Informações também podem ser obtidas pela página da empresa na internet: http://www.odebrechtambiental.com/porto-ferreira.

COMUNICADO

Publicado em: 01/02/2017
Manutenção na rede elétrica pode comprometer abastecimento de água na região do bairro Cuca Fresca A Odebrecht Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto em Porto Ferreira, informa que nesta quarta-feira (01) o abastecimento de água poderá ser comprometido na região do bairro Cuca Fresca, devido a uma manutenção planejada no sistema elétrico. A interrupção de energia elétrica informada pela CERVAM (Cooperativa de Energização e de Desenvolvimento do Vale do Mogi) está programada para ocorrer entre às 9h e 13h. Durante este período, o trabalho de captação de água para abastecimento do bairro permanecerá paralisado. A Odebrecht Ambiental ressalta que as condições de dia e horário na interrupção do fornecimento de água são consequências da intervenção informada pela concessionária de energia elétrica, ainda assim, todos os esforços serão realizados para que o abastecimento de água seja normalizado tão breve o fornecimento de energia elétrica seja retomado. Em caso de dúvida, a concessionária presta atendimento telefônico gratuito, 24 horas, pelo 0800 771 0001 e pelo 0800 771 0003 para deficientes auditivos. O contato com a concessionária também pode ser feito pela internet, na página www.odebrechtambiental.com/porto-ferreira
A Odebrecht Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto de Porto Ferreira, informa que trabalhará na quinta-feira (05) numa manutenção de redes na Rua Valentim Fratini, esquina com a Rua Antonio Stocco, no bairro Vila Real. Durante a realização da manutenção, o abastecimento de água poderá sofrer oscilações de pressão nos bairros Vila Real e Jardim Recreio. O trabalho programado para começar às 8h00 tem a previsão de ser concluído até às 17h30, podendo se estender dependendo da complexidade dos serviços. Todos os esforços serão feitos para que o abastecimento de água seja normalizado com a maior brevidade nesta região da cidade. Em caso de dúvida, a empresa atende gratuitamente pelo telefone 0800 771 0001 e 0800 771 0003 para deficientes auditivos. Informações também podem ser obtidas pela página da empresa na internet: www.odebrechtambiental.com/porto-ferreira.
A Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Porto Ferreira torna público o esclarecimento prestado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos do Município de Porto Ferreira (ARPF) sobre reportagem levada ao ar ontem (21/11) pela EPTV Central e G1 (clique AQUI), a respeito de reclamações sobre valor cobrado pela tarifa de água e esgoto no município. Como a reportagem praticamente ignorou as informações prestadas pela ARPF, seguem abaixo os esclarecimentos: Primeiramente gostaríamos de esclarecer que a responsável pelos serviços de abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto, inclusive pelas obras necessárias para o aumento do percentual de tratamento de esgoto no município é a Concessionária Odebrecht Ambiental de Porto Ferreira S.A., conforme estabelece o Contrato de Concessão nº 55/2011, que teve início em 04/10/2011 e duração de 30 anos (até 2041). A Agência Reguladora que iniciou suas atividades em 03/10/2011 juntamente com a Concessão e, desde então, é a responsável pela fiscalização e regulação dos serviços concedidos, abrangendo as revisões e reajustes das tarifas que foram estabelecidas antes mesmo de sua fundação, em 2010, durante o processo de licitação para a Concessão. Isto quer dizer que a Concessionária segue uma tabela (anexa e disponível também no site www.arpf.com.br) com a estrutura tarifária de água e esgoto definida no contrato de concessão pelo Poder Concedente (Prefeitura) em 2010, que é reajustada pela Agência Reguladora anualmente com base no IGP-M para recomposição das perdas inflacionárias e revisada a cada quatro anos com base nos custos e investimento necessários e manutenção da TIR -Taxa interna de retorno da Concessionária. A tarifa de esgoto praticada antes mesmo da Concessão, pelo extinto SAEF – Serviço de Água e Esgoto, já correspondia a 50% da tarifa de água e tem como finalidade custar não só o tratamento, mas toda a manutenção do serviço de coleta de esgoto além dos investimentos necessários. Esse percentual da tarifa de esgoto foi mantido nos dois primeiros anos da concessão e posteriormente aumentado para 75%, que é o percentual cobrado atualmente, conforme previsto no Contrato de Concessão. Pelo contrato de concessão a previsão era de que valor da tarifa de esgoto aumentaria simultaneamente ao percentual de esgoto tratado, chegando a 100% para ambos (tarifa e tratamento, desde que obtidas às licenças ambientais) no quinto ano de Concessão, ocorrido em 04/10/2016 . Porém, o percentual de esgoto tratado não evoluiu como o esperado, estando atualmente em apenas 14% do volume coletado, por diversos motivos como dificuldade na obtenção de anuências de proprietários dos locais das obras e no licenciamento ambiental, além de outros motivos alegados pela Odebrecht Ambiental que estão sendo analisados pela Agência Reguladora. A Odebrecht Ambiental tem metas a cumprir para o tratamento de esgoto, e, uma vez que já foram obtidas as anuências e licenças ambientais, não restando mais empecilhos, caso não as cumpra por motivos não justificáveis, sofrerá as sanções previstas no contrato. Desta forma, a Agência Reguladora não autorizou o aumento de 25 % da tarifa de esgoto previsto para outubro passado, por entender que o acréscimo nas receitas da concessionária sem os respectivos investimentos previstos feriria o equilíbrio econômico-financeiro da Concessão em desfavor dos consumidores. Ressaltamos que o último aumento de tarifa foi aplicado a partir das contas de fevereiro de 2016 com vencimento em março, portanto nos últimos meses não houve qualquer outro reajuste tarifário. Em relação às reclamações sobre o aumento de consumo, a Agência Reguladora aproveita a oportunidade para orientar o procedimento correto a ser seguido pelos consumidores: Primeiro, devem fazer sua reclamação diretamente na Concessionária Odebrecht Ambiental, solicitando o número de protocolo, que é fundamental, e caso não concordem com a resposta devem se dirigir à Ouvidoria da Agência Reguladora com atendimento presencial à Rua Dona Balbina, nº 230, sala 33 no 3º andar do Edifício Fratini, no centro da cidade, ao lado a Igreja Matriz, das 08:00 às 17:00 horas de segunda à sexta-feira, munidos do número de protocolo e das contas de água e esgoto. A Agência Reguladora esclarece, ainda, que não pode se manifestar sobre reclamações feitas em redes sociais, por não ser possível a comprovação da veracidade das reclamações, da identidade dos reclamantes e da ausência de informações necessárias para a análise das contas. Por fim, reafirma que está à inteira disposição para analisar caso a caso as reclamações de todos os consumidores. Assim espera ter esclarecido todas as questões e se coloca também à disposição desta emissora para quaisquer esclarecimentos adicionais.
Queda de energia interrompe captação e provoca oscilações no fornecimento de água em Porto Ferreira .

A concessionária Odebrecht Ambiental, responsável pelos serviços de água e esgoto de Porto Ferreira, informa que a falta de energia elétrica que atinge parte da cidade nesta terça-feira (25) está prejudicando a captação no Rio Mogi Guaçu e pode comprometer o abastecimento de água no município. A interrupção no fornecimento de energia elétrica interrompeu o bombeamento para a Estação de Tratamento de Água (ETA) e já está comprometendo a reservação e distribuição para diversos bairros. A concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica informou que a previsão para a normalização dos serviços é até às 16h. A Odebrecht Ambiental reforça o pedido aos ferreirenses para que utilizem a água de seus reservatórios (caixas d´água) de maneira racional e consciente. Em caso de dúvida, a empresa atende gratuitamente pelo telefone 0800 771 0001 e 0800 771 0003 para deficientes auditivos. Informações também podem ser obtidas pela página da empresa na internet: http://www.odebrechtambiental.com/porto-ferreira.
A Odebrecht Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto de Porto Ferreira, informa que trabalha neste momento para solucionar o problema de um vazamento na rede de água na Rua José João - Vila Sybilla. Durante a realização da manutenção, o abastecimento de água poderá sofrer oscilações nos seguintes bairros: Vila Sybilla, Jardim Aníbal, Residencial Jatobás, Jardim Porto Novo, Condomínio Vila das Flores, Estância dos Granjeiros, Jardim Porto dos Ipês, Jardim Porto Seguro, Parque Residencial José Gomes, Parque Residencial Santa Luzia, Jardim Sergio Dornelles, Vila São Pedro, Vila Rosário, Jardim Independência, Jardim Bandeirantes, Jardim Jandira, Jardim Vitoria e Condomínio Modelo. Todos os esforços serão feitos para que o abastecimento de água seja restabelecido com brevidade. A Odebrecht Ambiental reforça o pedido aos moradores destes bairros para que utilizem a água de maneira racional e consciente, de modo especial, durante todo o período de manutenção e execução dos serviços. Em caso de dúvida, a empresa atende gratuitamente pelo telefone 0800 771 0001 e 0800 771 0003 para deficientes auditivos. Informações também podem ser obtidas pela página da empresa na internet: http://www.odebrechtambiental.com/porto-ferreira.
A Odebrecht Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto de Porto Ferreira, informa que ocorrerá nesta quarta-feira (29) uma manutenção emergencial em redes, podendo provocar oscilações no abastecimento de água em alguns bairros da cidade. O serviço irá ocorrer entre às 22h e 04h de quinta-feira (30), em horário de baixo consumo de água por parte da população. Durante a realização da manutenção, o abastecimento de água será interrompido nos seguintes bairros: Vila Sibila, Jardim Aníbal, Residencial Jatobás, Jardim Porto Novo, Condomínio Vila das Flores, Estância dos Granjeiros, Jardim Porto dos Ipês, Jardim Porto Seguro, Parque Residencial José Gomes, Parque Residencial Santa Luzia, Jardim Sergio Dornelles, Vila São Pedro, Vila Rosário, Jardim Independência, Jardim Bandeirantes, Jardim Jandira, Jardim Vitoria e Condomínio Modelo. Todos os esforços serão feitos para que o abastecimento de água seja restabelecido com brevidade. A Odebrecht Ambiental reforça o pedido aos moradores destes bairros para que utilizem a água de maneira racional e consciente, de modo especial, durante todo o período de manutenção e execução dos serviços. Em caso de dúvida, a empresa atende gratuitamente pelo telefone 0800 771 0001 e 0800 771 0003 para deficientes auditivos. Informações também podem ser obtidas pela página da empresa na internet: http://www.odebrechtambiental.com/porto-ferreira.
A Avenida Rudolf Streit, principal via de acesso do centro de Porto Ferreira à região da Vila Sybila, terá novamente o tráfego de veículos interditado nesta semana para receber a última camada da recuperação asfáltica do trecho que, recentemente, passou por obras de implantação de redes de esgoto. O trabalho será executado na próxima quarta-feira (29) e está programado para ter início às 8h. A liberação do tráfego no local é prevista para acontecer às cinco horas da tarde. Com a interdição da via, os motoristas que seguem do centro para a região leste da cidade ou no sentido oposto serão direcionados para a Rua Francisco Prado; assim como ocorreu em 15 de junho. O desvio será sinalizado e o planejamento das ações tem ocorrido em parceria com a Secção de Trânsito de Porto Ferreira, Guarda Civil Municipal e Secretaria de Obras. A concessionária aproveita, no entanto, para solicitar aos motoristas que redobrem a atenção no trecho e aos pedestres que evitem percorrer a área de obras. Para outras informações, a Odebrecht Ambiental atende gratuitamente pelo 0800 771 0001 e 0800 771 0003 para atendimento ao deficiente auditivo. Informações também podem ser obtidas pela página da concessionária na internet: http://www.odebrechtambiental.com/porto-ferreira

COMUNICADO

Publicado em: 20/06/2016
Manutenção em redes de água pode provocar oscilações no abastecimento na noite da próxima quarta-feira (22) em bairros de Porto Ferreira A Odebrecht Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto de Porto Ferreira, informa que uma manutenção em redes, programada para ocorrer na próxima quarta-feira (22), pode provocar oscilações no abastecimento de água em alguns bairros da cidade. O serviço está programado para ocorrer entre às 22h e 04h de quinta-feira (23), em horário de baixo consumo de água por parte da população. Durante a realização da manutenção, o abastecimento de água será interrompido nos seguintes bairros: Vila Sibila, Jardim Aníbal, Residencial Jatobás, Jardim Porto Novo, Condomínio Vila das Flores, Estância dos Granjeiros, Jardim Porto dos Ipês, Jardim Porto Seguro, Parque Residencial José Gomes, Parque Residencial Santa Luzia, Jardim Sergio Dornelles, Vila São Pedro, Vila Rosário, Jardim Independência, Jardim Bandeirantes, Jardim Jandira, Jardim Vitoria e Condomínio Modelo. Todos os esforços serão feitos para que o abastecimento de água seja restabelecido com brevidade. A Odebrecht Ambiental reforça o pedido aos moradores destes bairros para que utilizem a água de maneira racional e consciente, de modo especial, durante todo o período de manutenção e execução dos serviços. Em caso de dúvida, a empresa atende gratuitamente pelo telefone 0800 771 0001 e 0800 771 0003 para deficientes auditivos. Informações também podem ser obtidas pela página da empresa na internet: http://www.odebrechtambiental.com/porto-ferreira.?