Agência Reguladora de Serviços Públicos do Município de Porto Ferreira

Agência Reguladora do Município completa dois anos de atividades

Publicado em: 03/10/2013
Clique para ampliar
A Agência Reguladora do Município de Porto Ferreira (ARMPF) completou dois anos de regulação e fiscalização dos serviços de saneamento na última quinta-feira, dia 3 de outubro. Para a superintendência, foram dois anos de realizações e conquistas, não só para a ARMPF como também para a população ferreirense.  

  Entre as conquistas estão a normatização dos serviços de água e esgoto prestados pela concessionária Foz e a criação de nova categoria tarifária “Público-Benefício”, que reduziu significativamente o valor da tarifa de água das entidades filantrópicas da cidade: Hospital Dona Balbina, Solar dos Jovens de Ontem, Casa do Abrigo, Apae e Creche Roberto Henrique João.

   A Agência também realizou o 1º Seminário sobre Regulação e Meio Ambiente, que visou difundir o conhecimento sobre o tema e foi considerado de grande valia pelos participantes. O evento contou com a presença da prefeita Renata Braga, de autoridades do município e região, assim como de palestrantes renomados.   

Os técnicos da ARMPF estão em constante fiscalização dos sistemas de abastecimento de água e esgoto da cidade, além de convocarem reuniões mensais de fiscalização visando acompanhar o cumprimento do Plano de Metas do Contrato de Concessão.   O superintendente da Agência Reguladora, Wlademir Domingos Russi, ressalta que a finalidade da Agência é atender ao público por meio de fiscalização, controle e mediação.  “Nós atuamos sempre que os usuários tiverem dúvidas, reclamações ou elogios aos serviços regulados, colocando nossa equipe a disposição dos interessados por meio da nossa Ouvidoria”, afirma Russi.    A Agência Reguladora está localizada na rua Dona Balbina, nº 230, Sala 33, no terceiro andar no Edifício Fratini. O telefone é 3585-7225. Mais informações também poderão ser obtidas no site www.arpf.com.br a partir da próxima segunda-feira, 7 de outubro.

Fonte: Divulgação Agência Reguladora